Vaution

Posted by on jan 27, 2013 in doces, lanche, sobremesa
No Comments

vaution1

Provavelmente, certamente, você nunca ouviu falar do vaution (pronuncia-se mais ou menos como “vôssião”). Teria que ter morado em Liège. Acho que só passear por lá de férias não basta. Algum indígeno teria que introduzir você, e ainda assim teria que ser bem amigo já (os Liégeois não compartilham seus segredos com qualquer um assim tão facilmente) . Se trata de um doce, algo entre uma bolacha gigante, um pão e uma torta de açúcar, e tem um gosto e uma textura muito peculiares. É um doce bem tradicional e bem antigo, na verdade originário da cidade de Verviers, mas que virou conhecido pelos não-Verviétois em Liège.

O preparo não é muito complexo, mas é um pouco trabalhoso. Na verdade a receita abaixo é uma transcrição quase idêntica desta (com a metade das quantidades), feita por um pâtissier famoso. Recomendo assistir o vídeo se você pretende fazer, e esse site contém também outros doces belgas bem interessantes,  pretendo ilustrar aqui um dia ou outro. O vaution se come de preferencia morno (meia-hora após sair do forno), faça ele por exemplo para comer no final da tarde com um chá ou um café, e você fará um verdadeiro goûter belga.

  • 250g de farinha
  • 20g (2 cubos) de fermento de pão fresco
  • 100ml de leite
  • 280g de açúcar (30g para a massa + 250g para o recheio)
  • 1 colher de chá de sal
  • 200g de manteiga (70g para a massa + 130g para o recheio)
  • 1 ovo para a massa + 1 clara para fechar  as bordas + 1 gema para pincelar
  • 2 colheres de sopa de canela em pó
  • açúcar de confeiteiro para polvilhar

Faça a massa: Dissolva o fermento no leite, e misture com a farinha, os 30g de açúcar, o sal, os 70g de manteiga e o ovo. Sove bem durante vários minutos, para ter uma massa muito homógena. Se fica muito mola, acrescente um pouco de farinha até conseguir formar uma bola. Deixe repousar por uma hora numa vasilha coberta com um pano em um lugar quente. A massa vai dobrar de volume. Misture os 250g de açúcar com a canela. Corte os 130g de manteiga em pedacinhos, e divide eles em 3 porções iguais.

Amasse um pouco e divide a massa em 4 bolas, duas um pouco maiores e duas um pouco menores. Unte uma forma de pizza com manteiga, e abre uma das bolas maiores com um rolo, sobre uma superfície coberta com farinha, até obter mais ou menos o diâmetro da forma de pizza. Não faz mas se passa um pouco, porque as bordas serão dobradas depois. Coloque a massa na forma. Tome cuidado porque a massa é muito frágil, e quebre facilmente se você for pegá-la pelas pontas. Quando for levantar a massa para transferir ela para a forma de pizza, suporte ela com a mão sob o centro da massa.

Reparte uma das porções de pedacinhos de manteiga na massa, deixando 2 ou 3 cm livres na borda. Polvilhe um terço do açúcar com canela por cimo, também deixando a borda livre. Repita a operação duas vezes, com as bolas menores. Por fim, abra e coloque a bola maior, de maneira a ter as duas folhas menores presas entre as duas maiores. Passe um pouco de clara de ovo em toda a borda.

Feche as bordas do vaution assim: Segure um pedacinho da massa de baixo com 2 dedos, estique, e dobre por cima da massa de cima. Vire esse pedacinho que você está segurando de cabeça para baixo. Faça assim ao lado, até fechar toda a borda. Deixe o vaution descansar por meia-hora.

Esquente o forno a 200°C. Faça vários furos com uma faca, para evitar que vapor se acumule durante o cozimento, o que criaria bolhas. O vaution deve ficar bem apertado, como uma bolacha. Pincele com a gema de ovo, e polvilhe com açúcar de confeiteiro. Asse por 30 a 40 minutos, ou até que fique bem dourado. Deixe esfriar por meia-hora, e será o melhor momento para degustar…

vaution2

#

Reply