#cozinha alemã

Sauerbraten

Posted by on nov 17, 2010 in carnes, prato principal
No Comments

Esta receita é uma adaptação de uma receita do Hank Shaw que é ela mesma uma adaptação de um clássico da cozinha alemã. O radical sauer- significa azedo, pois o molho é feito com vinagre e é azedo mesmo. Mas ficou realmente delicioso. O ideal é acompanhar com spätzle e couve roxa, ou, em caso de preguiça, com batatas ou massinhas, como aqui. A receita é relativamente simples de fazer, a única complicação é que a carne tem que ficar pelo menos 24 horas (um bom sauerbraten pode marinar por vários dias) na marinada…
  • 1kg de lagarto bovino
  • 2 cenouras
  • 1 cebola roxa
  • 3 ou 4 ramos de salsão
  • 1 colher de alho triturado
  • 1 colher de sopa de gengibre fresco cortado em pedaçinhos
  • 10 a 15 uvas verdes
  • 1 xícara de vinagre de maçã
  • 1 garrafa de vinho tinto seco (pode ser da pior qualidade, não gaste um vinho bom para cozinhar!)
  • algumas folhas de louro
  • tomilho (fresco ou seco)
  • 2 colheres de sopa de mostarda em grãos
  • sal e pimenta do reino
  • 2 colheres de sopa de manteiga (para o outro dia)
O preparo no dia antes é bem simples: corte todos os legumes em pedacinhos, e coloque em uma vasilha com todos os outros ingredientes. Mergulhe a carne nessa marinada, cobre com filme plástico (não vai querer que sua geladeira inteira pegue cheiro de sauerbraten) e coloque na geladeira até o outro dia.
No dia D, coloque duas colheres de sopa de manteiga ou azeite numa panela, e doure o pedaço de lagarto por algumas minutos de todos os lados. Passe ele para um prato que vai no forno, regue com umas colheres de sopa da marinada e asse em forno quente (>250°) por mais ou menos 50 minutos.
Em uma outra panela, coloque toda a marinada e ferve por 30 a 40 minutos, até que os legumes se desmanchem). Se secar muito, coloque um pouco de água no meio do cozimento. Todo o segredo do sauerbraten é no molho, portanto não hesite em deixar cozinhar um pouco mais se precisar, até ficar com consistência perfeita. No final, pode acrescentar uma colher de sopa de farinha se deseja engrossar um pouco.
Quando tudo for pronto, corte a carne em fatias, e despeja o molho por cima.

Sauerkraut (chucrute)

Posted by on mar 18, 2010 in carnes, prato principal
No Comments

Esta é a maneira tradicional de comer chucrute no oeste da Alemanha e na Alsace: Acompanhada de batatas e de uma quantidade de carnes e linguiças, todas de porco. Inútil de dizer, fica delicioso. Não vamos fazer o chucrute nos mesmos, mas isso não é realmente um entorse, na Alemanha também ninguém faz o chucrute ele mesmo, se mora em cidade… E é relativamente fácil de encontrar em supermercados. Simplifiquei algums dos pedaços de carne também. Você precisará, portanto, para 4 a 6 pessoas, de:

  • 800g-900g de chucrute em conserva
  • 1 cebola
  • 6 a 8 batatas
  • 1 linguiça calabresa
  • 6 salsichas
  • 100g de bacon
  • 400g de presunto (não fatiado)
  • 4 bistecas de porco
  • pimenta do reino em grão
  • 5 ou 6 cravos
  • 1 copo de vinho branco seco ou suave (depende das receitas. Fiz aqui com seco)

Descasque as batatas, corte-las em duas metades, e cozinhe elas no vapor ou em água fervente (se for em água, acrescente uma colher de chá rasa de sal). Reserve para o final.
Corte o bacon e a cebola em cubinhos, e coloque no fundo de uma panela. Corte as carnes e a linguiça calabresa em pedações bem grandes, e coloque tudo na panela, com as salsichas, por cima do bacon. Acrescente um pouco de grãos de pimenta do reino inteiros, os cravos, e o vinho.
Tampe a panela e deixe cozinhar por 35 minutos. Na metade, verifique que não secou todo o líquido, e acrescente um pouco de vinho se necessário.
Acrescente todo o chucrute por cima das carnes, tampe novamente e deixe cozinhar por mais 25 minutos. Na metade, abra e mexa tudo com um colher de pau, para os sabores se misturar.

Finalmente, monte o prato assim: Coloque um monte de chucrute no centro, as batatas em volta, e coloque as carnes por cima. Acompanhe com vinho Riesling ou cerveja (A bohemia Weiss fica ótima).

Apfelstrudel

Posted by on ago 4, 2009 in doces, lanche, sobremesa
4 Comments


Com certeza todo mundo já ouviu falar desta clássica sobremesa alemã. Existem numerosas receitas mais complicadas uma que a outra, mas esta aqui é extremamente simples, desde que use massa folhada pronta (fazer massa folhada é um trabalho danado que vou tentar aqui um dia desses). É um bolo de massa folhada recheado com maçã, uva passa e castanhos. Você vai precisar de:

  • Um pacote de massa folhada congelada
  • 6 a 8 maçãs
  • 100g de uvas passas
  • 50g de castanha de caju esmagada
  • 2 colheres de sopa de manteiga sem sal
  • um ovo
  • 4 colheres de sopa de açucar mascavo

Descasque as maçãs, corte cada uma em 4, retire o miolo com as sementes. Corte em fatias finas. Coloque em uma panela com a manteiga e o açucar mascavo. Frite por 10 minutos, mexendo regularmente para que não queime. Quando começa a ficar bem dourado, acrescente as uvas passas e a castanha, mexe por mais alguns minutos.

Abra a massa folhada numa assadeira untada com óleo ou manteiga, e coloque o recheio em cima, deixando bordas bem largas para poder fechar sem forçar. Dobre a massa para fechar o strudel, usando um pouco de gema da ovo como cola.
Pincele o resto da gema no topo depois de fechado, e coloque em forno quente (> 200°c) por 40 minutos ou até que fique bem dourado.